Ex-secretário de agricultura de SAJ tece duras críticas a gestão e aponta: “Rogério Andrade não é líder, é chefe”

Edson Diniz ex-secretário de agricultura de Santo Antônio de Jesus / Foto: Andaiá FM

Na manhã desta terça-feira (16), em entrevista a Andaiá FM, o ex-secretário de agricultura e ex-presidente do DEM de Santo Antônio de Jesus, Edson Diniz, teceu duras críticas contra a gestão do atual prefeito do município, Rogério Andrade (PSD).

Caminhada:

Edi como é conhecido, explicou também porque ficou afastado do campo político durante as últimas eleições municipais, “eu passei por situações de saúde, e me desarticulou um pouco. Nesse tempo, caminhamos juntos com Humberto Leite (DEM), perdemos para a atual gestão. Apoiei também Dr. José Reis Filho, hoje ele está com Andrade e acho que foi uma grande aquisição para o grupo do prefeito, mas acho que Zé Reis, como todos os outros que se achegaram para o gestor, vão cair. Este é o nosso prefeito: que nem o filme da ‘Bela Adormecida’, quando a bruxa má caminha, as flores e vegetais vão morrendo”, falou.

Questiona a liderança do gestor:

O ex-secretário comentou ainda que só discutirá sobre Santo Antônio de Jesus com o prefeito Rogério Andrade, quando ele foi o líder do grupo político Jacu, “ele pode enganar muita gente por muito tempo, mas não vai enganar todo mundo todo o tempo. Eu disse ao prefeito, que no dia que for líder do grupo eu falo com ele sobre Santo Antônio de Jesus. Rogério Andrade não é líder, ele é chefe. O líder é Euvaldo Rosa, foi Ursicino Pinto de Queiroz, Renato Machado e também Humberto Leite. Qual a diferença? Um líder a gente não questiona, apenas seguimos sem ter que forçar a barra. Humberto vai ser candidato e todo mundo vai seguir. Rogério Andrade é chefe e todo mundo questiona suas ordens”, afirmou.

Semeadura:

Sobre as controversas da oposição que afirmam que a atual gestão foi péssima, sem levar em consideração o grande número de votos, como o do deputado estadual Rogério Andrade Filho (PSD), Diniz aponta: “as ruas estão interditadas, o transito está todo fechado, a gente não vê Santo Antônio de Jesus ir para lugar nenhum. As barracas da Praça Padre Mateus estão paradas. É uma administração com projeto falido, a cidade já perdeu, esses quatro anos estão perdidos. Mas eles receberam tantos votos porque o prefeito é habilidoso politicamente e sabe articular, colocou as pessoas de fora aqui em Santo Antônio de Jesus e montou um Q G (Quartel General) da política para a eleição do filho. Agora ele vai colocar as pessoas dentro da prefeitura para que façam a eleição dele para a reeleição com esse mesmo Q G, não tenho nada contra Rogerinho, mas a semeadura de Rogério Andrade foi muito ruim. Em 2024, ele sai da história. Quem vai colher a semeadura dele no ano de 2024 é Euvaldo Rosa, infelizmente”, concluiu.

Redação: Voz da Bahia