Farmacêutico que liberou hidroxicloroquina para médico em Ilhéus é demitido

-
Foto: Divulgação

O farmacêutico do Hospital Regional Costa do Cacau, em Ilhéus, foi demitido por cometer uma infração ao vender remédios para o médico Gilmar Calasans, de 55 anos, que estava infectado com coronavírus. A informação foi confirmada pela Secretaria de Saúde da Bahia.

Gilmar Calasans utilizou hidroxicloroquina e a azitromicina que foi liberada pelo farmacêutico após entrega de receita. O médico que prescreveu foi advertido, de acordo com o órgão.

Com hipertensão e diabetes, Gilmar estava em tratamento domiciliar até sofrer um mal súbito e morrer na última segunda-feira (20). O secretário de Saúde, Fábio Vilas-Boas, acredita que os efeitos da medicação causaram a morte. (BN)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui