Incêndio atinge vegetação e queima 30 hectares em Barra, no oeste da Bahia; secretaria diz que origem de fogo é criminosa

-
Incêndio atinge vegetação em Barra, no oeste da Bahia — Foto: Reprodução/TV Bahia

Um incêndio de grandes proporções atinge uma área de vegetação na cidade de Barra, no oeste da Bahia há pelo menos seis dias. Até esta segunda-feira (21), as chamas ainda não foram controladas.

De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente da cidade, o incêndio tem características de ação criminosa e já queimou mais de 30 hectares. O tempo quente e seco, além do vento forte na região, ajudaram na propagação do fogo intenso e, por isso, os bombeiros têm dificuldade para controlar.

Duas aeronaves do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) foram deslocadas para dar suporte aéreo no combate ao incêndio. Elas tem a capacidade de carregar até 2 mil litros de água. As chamas começaram nas comunidades da Reforma e na Torrinha, que é uma área quilombola.

Nesta época do ano, o costume dos moradores é colocar fogo para conter o mato e preparar o plantio para quando a chuva chegar. Por conta da vegetação alta e da ventania, o fogo se estendeu para comunidade de Porto Novo, que é vizinha do local, e a Fazenda Simão.

No mês de setembro, cinco cidades da região oeste lideram o número de queimadas no estado, são elas: Formosa do Rio Preto (71), Barra (68), Muquem do São Francisco (52), Brejolândia (37), Cotegipe (36). (G1)