Itabuna: Suspeito de torturar e matar vaqueiro, filho de prefeito vai para prisão domiciliar

-
Foto: Reprodução/ TV Santa Cruz

Markson Monteiro de Oliveira, ou Marcos Oliveira, suspeito de torturar e matar um vaqueiro será transferido para prisão domiciliar, após determinação judicial tomada nesta terça-feira (27). O homem é filho do prefeito da cidade de Itabuna, no sul da Bahia, Fernando Gomes.

O suspeito foi preso por homicídio qualificado desde o último dia 20, no Conjunto Penal de Itabuna. Com o benefício judicial, ele deve usar tornozeleira eletrônica e informar o local onde irá cumprir a determinação. Segundo o G1, a prefeitura municipal informou que o gestor não irá se pronunciar sobre a prisão do filho.

O suspeito foi indiciado pelos crimes de tortura, cárcere privado, homicídio qualificado e ocultação de cadáver, na morte do vaqueiro Alexandro Honorato, em Floresta Azul, também no sul da Bahia, em dezembro de 2006. O mandado de prisão preventiva estava aberto desde agosto de 2017 e foi cumprido após determinação do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). (Bahia.BA)