João Roma pode ser candidato a governador da Bahia em 2022 com apoio de Bolsonaro

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

De amigo a adversário? Depois de perder a aliança do presidente nacional do DEM, ACM Neto, para aceitar cargo no governo federal, o ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos-BA), pode entrar na disputa pelo governo da Bahia em 2022.

Isso porque seu nome entrou para a lista de políticos que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) estuda apoiar nas próximas eleições. Pensando em se reeleger, o chefe do Palácio do Planalto quer um nome que represente o bolsonarismo na Bahia em 2022.

Antes do rompimento, o nome de Bolsonaro era Neto, que o apoiou em 2018 e no início do governo. Mas o ex-prefeito de Salvador, antes mesmo de deixar o cargo, começou a se distanciar do presidente por embates no enfrentamento à pandemia de Covid-19. O afastamento também se deu pela impopularidade de Bolsonaro no interior do estado.

Ao saber da possibilidade de concorrer com ex-amigo João Roma, ACM Neto teria reagido negativamente, apesar dizer que não mantém mais contato com Bolsonaro. “Não tenho nenhum contato com o Presidente desde o ano passado”, afirmou, acrescentando que também não conversa mais com João Roma. As informações são do BNews.