Jornais e revistas internacionais noticiam avanço do desmatamento na Amazônia

0
181
-
Foto : Reprodução/The Economist

Jornais e revistas estrangeiras noticiaram o avanço do desmatamento na Amazônia. O texto da revista inglesa “The Economist” diz que Bolsonaro “deixou claro para os infratores que eles não têm nada a temer”.

“Depois de um esforço governamental de 7 anos para retardar a destruição da floresta, o desmatamento voltou a crescer em 2013 devido ao enfraquecimento da fiscalização e da anistia dos desmatadores no ano passado”, diz a reportagem.

O jornal americano “The New York Times” também noticiou o aumento do desmatamento na região amazônica: “A destruição da floresta amazônica no Brasil aumentou rapidamente desde que o novo presidente de direita assumiu o poder e reduziu os esforços para combater a extração ilegal de madeira, a pecuária e a mineração”.

A revista científica “Science” noticiou que o desmatamento na Amazônia está subindo mas que o presidente do Brasil afirma que os dados são mentirosos e a outra revista cietífica “Nature” chamou Bolsonaro de “Trump tropical”.

O texto do jornal inglês “The Guardian” completa dizendo que “a floresta amazônica está sendo queimada e cortada no ritmo mais alarmante da história recente, mas o governo Jair Bolsonaro está focado em reinterpretar os dados em vez de lidar com os culpados”. (Metro1)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui