Justiça condena homem a 18 anos de prisão por assassinar estuprador da filha

0
118
-
Imagem ilustrativa

Vanderley Rofeson Loureiro foi condenado, nesta quinta-feira (10), a pena de 18 anos de prisão, em regime fechado, por matar o estuprador da filha, na época a menina tinha 12 anos. A decisão foi do Tribunal do Júri de Campo Grande, Mato Grosso do Sul.

De acordo com o site Conexão Política, os jurados não acolheram a tese da defesa que o réu agiu por violenta emoção.

- Anúncio -

Segundo a sentença do juiz Carlos Alberto Garcete, o réu foi condenado pelo crime de homicídio qualificado por motivo torpe.

A decisão cabe recurso, e Wanderley deverá utilizar tornozeleira eletrônica até o cumprimento da pena.

Ainda de acordo com o site Conexão Política, Wanderley informou ao júri que no dia do crime foi fazer feira com a esposa e quando voltou para residência encontrou a filha abrindo o portão para o acusado do estupro, Roni Teodoro do Nascimento. A menina estava com semblante de choro, ao ser questionada pelos pais o que havia acontecido, ela falou que tinha sido estuprada pelo rapaz.

Após a confirmação do estupro por Roni, Wanderley entrou em luta corporal com o rapaz, o levou em uma caminhonete para um lugar isolado. E no local, Wanderley desferiu pedradas contra a vítima. O corpo de Roni foi encontrado em uma estrada, alguns dias depois em avançado estado de decomposição. (BNews)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui