Mandetta fala em “liderança tóxica” e aconselha Pazuello: “ouça sua consciência”

-
Isac Nóbrega/PR

O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, demitido do cargo em meio à pandemia por discordar publicamente de Jair Bolsonaro (sem partido), deu um conselho para o atual ministro, o general Pazuello: “Ouça sua consciência”, disse durante entrevista à coluna da Bela Megale, do Globo.

Sem mencionar nominalmente o presidente, Mandetta citou “o vírus e a liderança tóxica”. Bolsonaro desautorizou o ministro, ao afirmar, na manhã desta quarta-feira (21), que o governo não comprará as 46 milhões de doses da vacina CoronaVac, desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac e oferecida pelo governo de São Paulo.

“De um lado a morte e a doença. Do outro, o vírus e a liderança tóxica. O ministro deve escolher o lado certo e ouvir sua consciência do que é o melhor para o Brasil. É simples assim” disse à coluna. (BNews)