Marcada para 13 de agosto no RJ, Marcha para Jesus lutará por “valores da família”

Foto: Reprodução

Considerado um dos maiores eventos do país, a Marcha para Jesus terá a sua próxima edição no Rio de Janeiro no dia 13 de agosto. A expectativa é de que o engajamento do público seja tão bom quanto às edições que já foram realizadas pelo país nas últimas semanas.

Para o pastor Cláudio Duarte, presidente Conselho de Ministros do Estado do Rio de Janeiro (Comerj), a Marcha para Jesus no Rio carregará algumas bandeiras valiosas para o cristianismo, sendo a defesa dos “princípios e valores da família” a principal.

“Nós precisamos lutar pelos valores e princípios da família. Todos nós somos responsáveis pelo futuro da nação e do mundo e isso envolve a família”, afirmou o pastor evangélico.

Consciência política

Neste ano de disputa eleitoral, seguindo o exemplo de anos anteriores, a Marcha para Jesus tem assumido um protagonismo no sentido de promover candidatos ligados ao conservadorismo político.

O presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (PL), tem sido presença garantida nas principais edições, com direito a discurso para o público. No Rio de Janeiro, seu principal reduto eleitoral, a expectativa não é diferente.

A politização do evento sinaliza uma maior conscientização por parte das igrejas evangélicas no tocante ao papel social que podem desempenhar no Brasil, começando pela escolha dos seus representantes no Congresso Nacional.

O pastor Cláudio Duarte, por fim, se mostrou animado com a esperança de que uma multidão compareça à Marcha para Jesus em 13 de agosto no Rio de Janeiro, especialmente após a pausa devido à pandemia do novo coronavírus.

O evento contará com a presença de artistas do mundo gospel, como Anderson Freire, Theo Rubia, Lukas Agustinho, Gabriela Gomes, Tom Molinari, Ministério Nova Jerusalém, Apascentar Music, Comunidade Evangélica Internacional da Zona Sul, Midian Lima, entre outros.

“Poder voltar com a Marcha após a interrupção por causa da pandemia é muito gratificante”, disse Duarte, segundo o JM Notícias.

“Tenho expectativas que uma multidão vai invadir a Avenida Presidente Vargas num movimento extraordinário. Será um dia de muita alegria e unção e estamos trabalhando para acontecer algo inesquecível para as pessoas.”

Gospel Mais / por Will R. Filho