“Mares não estão tranquilos, redes sociais se incandescem’, diz Mourão

-
Foto: Reprodução / G1

Sem mencionar diretamente os dois vídeos compartilhados na terça-feira (25) pelo presidente Jair Bolsonaro, o vice Hamilton Mourão afirmou nesta sexta-feira (28) que “mares não estão tranquilos, porque vídeos são divulgados, [e] redes sociais se incandescem”.

Mourão afirmou ainda que é necessário clareza, determinação e paciência para superar o “eterno turbilhão” e que “ninguém está atentando contra a democracia”, segundo o G1.

“[Santa Catarina] é o primeiro estado que visito no ano de 2020, para falar daquilo que é a realidade que nós estamos vivendo e [sobre] quais são as propostas do nosso governo tem de fazer avançar ao longo deste ano. (…) A nossa apresentação se destina a falar desses desafios que nós temos de superar e, mais uma vez, eu destaco que os mares não estão tranquilos, né?”, afirmou o vice-presidente no início de uma palestra na Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc).

“Os mares não estão tranquilos, porque vídeos são divulgados, redes sociais se incandescem, as pessoas, muitas vezes, não raciocinam sobre aquilo que estavam escrevendo, que estão discutindo, emoções são colocadas à flor da pele, e parece que nós vivemos num eterno turbilhão”, completou Mourão.

Na terça, Bolsonaro compartilhou um vídeo em sua conta pessoal no WhatsApp convocando para manifestações organizadas por grupos de direita que o apoiam. O objetivo dos atos é protestar contra o Congresso e contra o Supremo Tribunal Federal (STF). O presidente não citou os dois poderes em suas mensagens.

A publicação gerou fortes protestos de ministros do STF, de políticos e de entidades da sociedade civil.

Na quarta-feira (26), Bolsonaro disse por meio de redes sociais que tem no WhatsApp “algumas poucas dezenas de amigos onde, de forma reservada, trocamos mensagens de cunho pessoal”. E não contestou a hipótese de os vídeos se referirem a fatos atuais. (Bahia Notícias)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui