Marinha descarta possibilidade de encontrar pescadores com vida: “fizemos tudo o que era possível”

Reprodução/TV Gazeta

O Capitão da Capitania dos Portos de Alagoas confirmou que foram suspensas as buscas pelos pescadores desaparecidos no mar desde 18 de maio. De acordo com o militar Josenias Jesus de Carvalho não era mais razoável continuar a operação.

“Fizemos tudo o que era possível, mas após 12 dias de buscas, já não era razoável continuar. A probabilidade de encontrá-los com vida é mínima, ou quase inexistente. As buscas são por pessoas com vida. Nós não temos um litoral desértico para que os náufragos pudessem chegar e não fossem localizados”, disse o representante da Marinha no estado.”, disse o Capitão.

No último sábado (18), completou um mês o desaparecimento de Jackson Salazar, Valdir Simões e Railton Ferreira. Somente Ubirajara Silva dos Santos, de 27 anos, conseguiu nadar até a praia e ser resgatado após a embarcação afundar. (BNews)

Veja mais notícias no vozdabahia.com.br e siga o site no Google Notícias