Ministro reclama de corte de R$ 600 milhões no orçamento da ciência: “Falta de consideração”

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, reclamou do corte de R$ 600 milhões no orçamento da ciência a pedido do governo, feito pelo Congresso, e chamou de “falta de consideração”.

Em publicação em uma rede social neste domingo (10), Pontes disse ainda que o corte é “equivocado e ilógico” e cobrou uma correção “urgentemente”.

“Falta de consideração. Os cortes de recursos sobre o pequeno orçamento de Ciência do Brasil são equivocados e ilógicos. Ainda mais quando são feitos sem ouvir a comunidade científica e setor produtivo. Isso precisa ser corrigido urgentemente”, escreveu.

O Congresso Nacional remanejou na última quinta-feira (7) mais de R$ 600 milhões do Orçamento, que anteriormente seriam utilizados para o financiamento de pesquisas, e destinou recursos para aplicações em outras áreas de sete ministérios.