Mostrando insatisfação pela ação da nova administração municipal na Feira de SAJ, Roquinho aponta: “os feirantes deveriam ter sido avisados antes”

Foto: Voz da Bahia

O empresário Roque de Almeida Sampaio Filho, conhecido Roque da Sampaio Motos, filiado ao Republicanos, 1º suplente de vereador, mesmo partido do vice-prefeito eleito Luiz Cláudio, o Careca, procurou o Voz da Bahia e em entrevista demonstrou a sua insatisfação diante da ação realizada neste domingo (03/01) na Feira Municipal de Santo Antônio de Jesus. Roquinho alega que essa atitude na Feira por parte da administração municipal através da secretaria de agricultura, poderia ser comunicada em primeiro lugar a imprensa para que a população ficasse sabendo pelos meios de comunicação do que iria ocorrer.

O empresário reforça o diálogo entre as pessoas, “eu, Roquinho da Sampaio Motos, não concordo com essa ação sem haver uma divulgação, sem respeitar a população da Feira. Eu acho sim interessante, precisa ser feita, mais o governo de Genival foi traçado da seguinte forma, disse que seria participativo. Chegar na Feira e fazer uma ação dessas, para estar movendo as coisas sem estar conversando com ninguém? Sem divulgar nada para as pessoas, para os feirantes? É algo despreparado.”, pontuou.

Roquinho ainda reforça ao Voz da Bahia que é um apoiador do prefeito Genival Deolino (PSDB), mais não concorda com a falta de diálogo com os feirante antes de tomar quaisquer atitudes, “hoje eu recebi está informação não oficial, acredito que os feirantes precisam deste respeito. Quando recebemos a informação hoje foi que estava acontecendo uma ação de limpeza, que eu sei que deve ser boa, mais não é tomar uma atitude só, sem haver uma comunicação prévia. Se o governo é para ser participativo como foi a proposta de Genival, então os feirantes deveriam ser respeitados nesta comunicação direta. Estou falando como representante da Feira há 35 anos e recebo muitas mensagens do WhatsApp das pessoas daquele lugar reclamando da ação que teve, eu faço parte da Feira. Consulte primeiro as pessoas. A população do local foi avisada? Qual o intuito desta ação? Acredito que Genival deve utilizar os meios de comunicação para nos informar previamente, simplesmente assim”, concluiu Sampaio.

Reportagem: Voz da Bahia