‘Nos traz mais segurança para trabalhar’, diz primeiro médico vacinado em Salvador

Foto: Prefeitura de Salvador

O médico do SAMU Uenderson Barbosa, de 30 anos, um dos primeiros a receberem a vacina CoronaVac em Salvador nesta terça-feira (19), em cerimônia realizada no santuário das Obras Sociais Irmã Dulce (Osid), no Largo de Roma, comemorou o novo passo dado para combater no coronavírus no Brasil.

“Ser um dos primeiros a ser vacinado nesse momento de pandemia, nos traz um pouco mais de segurança, no ponto de vista de fornecer um pouco mais oferecer assistência aos outros pacientes, outras pessoas e até mesmo aos nossos familiares”.

Uenderson se juntou a Maria Elisabete de Carvalho, 53 anos, enfermeira intensivista do Hospital Couto Maia, a primeira mulher vacinada na cidade, e a Deisiane Tuxá, 31, indígena e técnica de enfermagem. Segundo o prefeito, a expectativa é que na capital sejam imunizadas 2,5 mil pessoas neste primeiro dia.

“Vamos imunizar os trabalhadores e idosos do Hospital Santo Antônio. Depois vamos imunizar os profissionais do Samu, extremamente importantes nesse momento porque são eles que estão transportando pacientes com Covid e atendendo as emergências em casa. Vamos imunizar os profissionais nas UPAs e nos gripários, nos hospitais de campanha montados pela Prefeitura e pelo Estado. Hospitais públicos, municipais e estaduais”, destacou. (bahia.ba)