Operação fiscaliza áreas desmatadas da Mata Atlântica na Bahia

-
Foto :Divulgação/Ibama

Uma operação conjunta dos ministérios públicos de 17 estados começou hoje (21) com o objetivo de encontrar áreas devastadas ilegalmente na Mata Atlântica, segundo o Ministério Público do Paraná (MP-PR), que coordena a ação em todo o país. 

A quarta edição da “Operação Mata Atlântica em Pé” tem a finalidade de encontrar as regiões desmatadas, identificar os proprietários, e então verificar as licenças ambientais e o histórico de uso das áreas. Assim, os infratores poderão ser responsabilizados. 

A ação utiliza o Atlas da Mata Atlântica para identificar as áreas devastadas. O sistema, que monitora a situação do desmatamento em todos os municípios do bioma, é abastecido por imagens de satélite do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) em parceria com a organização não-governamental SOS Mata Atlântica.
 
Participam os MPs de todos os estados brasileiros que abrigam o bioma da Mata Atlântica: Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe. (Metro1)