Polícia Civil instaura inquérito para investigar servidor da Uesb por estupro de vulnerável

Foto: Polícia Civil da Bahia

A Polícia Civil instaurou um inquérito para investigar a acusação contra um servidor da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) pelos crimes de estupro de vulnerável e de satisfação de lascívia mediante presença de criança, ocorridos em Vitória da Conquista.

Os abusos ocorreram na última segunda-feira (6), dentro do carro da Uesb. Policiais militares prestaram apoio a uma equipe da Guarda Municipal, que prendeu o idoso de 68 anos. O motorista da universidade é suspeito de aliciar dois meninos, sendo um de quatro e outro de 11 anos, e três meninas de sete, oito e 13 anos, na Zona Urbana de Vitória da Conquista.

O caso foi flagrado por duas testemunhas que solicitaram à Guarda que prendesse o homem. Depois, um representante do Conselho Tutelar foi até o local e a guarnição da PM assistiu a guarda na condução do suspeito à delegacia do município.

De acordo com a polícia civil, foram realizadas oitivas de testemunhas, determinada a realização de exame pericial e representado por medidas cautelares ao Judiciário e ao Ministério Público. Os responsáveis pelas crianças também já foram intimados.

A administração da Uesb divulgou nota de esclarecimento nesta terça-feira (7) para dizer que identificou o servidor e providências cabíveis estão sendo adotadas. De acordo com a instituição, o motorista conduzia o veículo oficial da instituição irregularmente, fora do horário de trabalho, acompanhado de crianças e adolescentes. (Metro1)

Veja mais notícias no vozdabahia.com.br e siga o site no Google Notícias