Por candidatura, Damares Alves muda domicílio eleitoral para o Distrito Federal

Foto: Reprodução / YouTube

Após deixar o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves anunciou nas redes sociais, nesta terça-feira (5), que alterou o domicílio eleitoral para o Distrito Federal. Ela deixou o governo na semana passada, junto com outros nove ministros que sairão como candidatos nas eleições de outubro.

Apesar de ser natural do Paraná, a ex-ministra avaliava seis estados para sair como candidata: além do DF, estavam na lista Amapá, Pará, Roraima, São Paulo e Sergipe.

“Brasília me acolhe há 23 anos e já me sinto um pouco filha dessa terra também. Quero muito lutar por todos os brasileiros e, na mesma medida, dedicar meu trabalho também ao povo do DF”, escreveu a ex-ministra em uma publicação no Twitter.

Damares estava quase certa de concorrer ao Senado pelo Amapá, mas enfrentou resistências devido à influência do senador Davi Alcolumbre (União-AP), favorito a conquistar a única vaga do estado em jogo neste ano.

Se decidir concorrer ao Senado, Damares enfrentará a ex-ministra da Secretaria de Governo, Flávia Arruda (PL). Como Flávia tem o apoio de parte do centrão e pertence ao mesmo partido de Bolsonaro, Damares pode acabar optando por concorrer à Câmara dos Deputados.

Damares se filiou ao partido Republicanos no final do mês passado, juntamente com o ex-ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas. No entanto, a ex-ministra segue sem saber se sairá como candidata. (Bahia.Ba)