Prefeito de SAJ comenta o cancelamento do contrato com escritório de advocacia: “Dr. Ismerim não quis continuar com o serviço e resolveu desistir”

Prefeito de Santo Antônio de Jesus, Genival Deolino (PSDB) / Imagem: Voz da Bahia

Após a coligação ‘A Força do Trabalho’ do ex-prefeito Rogério Andrade (PSD), judicializar uma ação contra Genival Deolino (PSDB) e sua chapa que ganhou às últimas eleições, alegando que houve o abuso do poder econômico e compra de votos. O vereador Uberdan Cardoso (PT) declarou que o atual gestor estaria utilizando-se do dinheiro público para contratar escritório de advocacia para se defender deste caso (reveja aqui). O prefeito já havia rebatido a fala do vereador (veja aqui) e se pronunciou nesta segunda-feira (14) sobre o cancelamento do contrato com Dr. Ismerim, divulgado ainda no dia 28 de maio por Uberdan (veja aqui).

Segundo o prefeito, em entrevista a Andaiá FM, o cancelamento veio da parte do advogado e não da prefeitura, mas não houve nenhuma desavença de ambos. O gestor conta que foi apenas uma desistência, “Dr. Ismerim que solicitou, não querer continuar com o serviço, resolveu desistir do contrato. É uma questão de foro pessoal. Eu não vi problema nenhum pela prefeitura, mesmo com as pessoas comentando”, expôs.

De acordo com o prefeito, outro escritório de advocacia será contratado pela prefeitura, com dinheiro público, já com o cancelamento do contrato com Dr. Ismerim, “temos precatórios que devem geridos por um escritório, além dos processos de segunda instância. Já estamos em conversa com outro”, concluiu.

Redação: Voz da Bahia