Que tropeço! Seleção olímpica perde para a equipe principal de Cabo Verde

Foto: Ricardo Nogueira

Resumão
Vamos aos fatos: a seleção olímpica do Brasil perdeu neste sábado para o time principal de Cabo Verde, que ocupa o 73º lugar no ranking da Fifa. Os gols do amistoso disputado no Estádio Partizan, em Belgrado, foram do atacante Pedro (de pênalti), depois de Lisandro Semedo e Willy Semedo. Agora, o questionamento: até que ponto esse resultado, no mínimo histórico para a equipe africana, é um sinal de alerta para os Jogos Olímpicos de Tóquio?

O que deu errado?
A seleção entrou em campo com vários jogadores de destaque no cenário nacional, do lateral-direito Gabriel Menino, passando por Guilherme Arana, Gerson e Claudinho (craque do último Brasileirão), até Pedro. Fora as ótimas opções no banco. Talento não faltou. A equipe estava sem jogar junta desde 17 de novembro, quando também foi derrotada pelo Egito, igualmente de virada, por 2 a 1. Será que esse tempo pesou? Difícil explicar, mas algo é inegável: o Brasil não foi bem.

Pontos positivos
O gol do Brasil foi marcado pelo atacante Pedro, do Flamengo, em cobrança de pênalti. Aliás, um pênalti discutível, com toque de mão na bola por parte de Roberto Lopes. De qualquer forma, Pedro teve boa atuação no jogo. O amistoso também teve as estreias do meia Gerson e do atacante Claudinho pela seleção brasileira olímpica. Eles entram na briga por uma vaga nos Jogos de Tóquio na reta final, a menos de 50 dias. O técnico André Jardine só poderá chamar 18 atletas, que também dependem da liberação dos clubes.

Só mais uma chance
A seleção brasileira olímpica volta a campo na próxima terça-feira, para enfrentar a Sérvia. O jogo acontece às 14h (de Brasília), no Estádio Karadorde, e o grupo Globo transmite a partida. Esse será o último compromisso do Brasil antes da divulgação da lista final para os Jogos Olímpicos de Tóquio. (Fonte: G1)