SAJ: Polícia Civil prende mulher que matou homem no bairro São Paulo por dívida de rifa

-
Foto: Reprodução

A Polícia Civil prendeu a mulher acusada do homicídio de Jorge da Conceição Amaral, fato ocorrido na noite do dia 16 de novembro no bairro São Paulo, em Santo Antônio de Jesus (clique e veja).

De acordo com as investigações, a acusada e uma amiga estavam revendendo uma rifa da vítima, a qual iria ser sorteada no último dia 14. Ocorre que, até o momento do sorteio a vítima não recebeu a prestação de contas dos bilhetes vendidos pelas mulheres.

Passados alguns minutos do sorteio, a vítima foi procurada pelas duas mulheres, sendo que uma delas alegou que o bilhete sorteado teria sido vendido por ela e que o ganhador foi o seu genitor. Diante do fato de não ter havido prestação de contas antes do sorteio, o qual comprovaria a venda do bilhete, a vítima se recusou a fazer o pagamento do prêmio que seria uma moto, ou a importância de R$ 9.000,00 (nove mil reais).

De forma insistente a acusada, sua amiga e o genitor desta, suposto ganhador da rifa, foram até a residência da vítima no dia do crime. Após receber nova negativa de pagamento, a acusada de forma premeditada, sacou de uma arma de fogo do tipo revólver calibre .38, e efetuou três disparos na vítima, que morreu no local.

A Polícia Civil rapidamente instaurou inquérito policial, colacionou provas do crime e sua autoria, representou pela decretação da prisão preventiva da acusada, concluiu o inquérito policial e remeteu a Justiça, sendo cumprida a prisão preventiva, tudo no prazo de dez dias.

A presa será transferida para o Presídio Feminino de Salvador, onde permanecerá a disposição da Justiça Criminal e responderá pelo crime de homicídio qualificado, com pena de 12 a 30 anos de prisão.