SAJ: Segundo acusado por morte de travesti na Avenida Heitor Lírio Melo é preso; Polícia Civil conclui inquérito

Foto: Suspeitos são parentes da vítima, que era obrigada a ingerir bebidas alcoólicas, além de ser ameaçada. Caso ocorreu na cidade de Santo Antônio de Jesus

Na manhã desta quinta-feira (15), policiais civis realizaram o cumprimento de mandado de prisão contra o acusado do homicídio duplamente qualificado contra a travesti Jerusa, por volta das 20h do dia 4 de agosto de 2020, em uma creche abandonada na Rua Heitor Lírio de Melo em Santo Antônio de Jesus (clique e veja).

De acordo com a polícia, no último dia 6, outro acusado de menor de 17 anos, que também teria participado deste crime foi apreendido (veja aqui). Com a prisão agora do seu parceiro, a polícia conclui as investigações.

A vítima foi morta com golpes de socos, chutes, pauladas e, após cair ao chão, foi golpeada com uma pedra de paralelepípedo em sua cabeça, que a deixou irreconhecível.

De acordo com as investigações, o motivo da morte de Jerusa teria sido por que a mesma supostamente furtou no dia anterior ao crime um pequeno pedaço de pedra de “crack” do autor, o qual, após desconfiar que poderia ter sido Jerusa, planejou o crime e a convidou para juntos fazer uso de drogas.

Ainda segundo a polícia, o acusado iniciou as agressões com pauladas, seguidas de chutes e socos. Não satisfeito, já com a vítima caída ao solo, pegou uma pedra de paralelepípedo e golpeou diversas vezes na cabeça da vítima, garantindo que a mesma não sobrevivesse.

O acuado se encontra custodiado na carceragem da 4ª Coorpin, aguardando ser transferido para o Presídio em Salvador, onde permanecerá a disposição da Justiça Criminal.