Salvador e Bahia são destinos mais citados para viagens pós-pandemia, revela pesquisa

-
Foto: Secom

Salvador e a Bahia são, respectivamente, a cidade e o estado apontados pela maioria dos brasileiros como destinos de viagem no pós-pandemia, segundo pesquisa apresentada nesta quinta-feira, 20, pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult).

Entre aqueles que apontaram a preferência por destinos nacionais, 18,2% desejam visitar a Bahia, 11,7% para São Paulo e 10,6% para o Rio de Janeiro. Entre as cidades, a capital baiana foi a primeira opção para 9,87% dos entrevistados, mais que o dobro da segunda colocada, o Rio de Janeiro (4,62%). Em seguida, aparecem Recife (4,46%) e Fortaleza (3,66%).

Realizada pelo instituto Qualitest, entre 9 e 22 de julho, a pesquisa ouviu, por telefone, 1,6 mil brasileiros de diversas regiões. Dos entrevistados, 26,3% moram no estado de São Paulo, 16,1% no Rio de Janeiro, 14,3% em Minas Gerais, 9,9% na Bahia e 8,1% no Espírito Santo.

O levantamento também verificou que 43,9% das pessoas entrevistadas já viajaram a Salvador e 56,1% nunca visitaram a cidade. Entre os que já estiveram na capital baiana, 74,1% informaram que pensam em retornar.

Para o secretário Pablo Barrozo, além de ser uma cidade “naturalmente” atrativa para turistas, Salvador passou por diversas melhorias nos últimos anos, o que explicaria o resultado da pesquisa. Como exemplo, ele citou a requalificação de 60% da orla e obras de infraestrutura iniciadas mesmo durante a pandemia.

O titular da Secult também mencionou a importância futura do Centro Municipal de Convenções e do aeroporto, que passa por intervenções. “Ficamos com uma demanda reprimida por muito tempo sem um centro de convenções. A agenda estava lotada para 2020 e já está sendo tratada para 2021, algo que creio que não acontecerá em outros municípios”, afirmou. (A Tarde)