São João: Detran-BA dá dicas de segurança viária

Foto: Divulgação

O feriado está chegando e o fluxo nas estradas aumenta consideravelmente, principalmente para regiões turísticas. Para que a viagem traga momentos felizes do que dores de cabeça, é sempre bom fazer uma boa verificação no seu carro antes de sair para a rodovia.  

Além disso, há uma série de cuidados que, se você tomar durante o caminho, afastam sustos e acidentes. A seguir, iCarros traz algumas dicas e cuidados para fazer um roteiro mais tranquilo e agradável. 

1- Faça uma revisão no carro 

É de extrema importância que você cheque seu veículo antes da viagem para garantir que tudo está em boas condições para pegar a estrada. 

Verifique o nível de fluidos de lubrificação (óleo do motor, freios e direção hidráulica, se houver) e arrefecimento do veículo. Certifique-se que os períodos de troca foram respeitados. Confira também a condição de todas as mangueiras e correias e itens passíveis de desgaste.  

Lembre-se que todos esses componentes podem ser mais exigidos em viagens longas e em situações como uma subida da serra ou um longo congestionamento, por exemplo.  

Verifique as palhetas e água dos limpadores do para-brisa e do vidro traseiro. Eles são muito importantes para enfrentar chuva e neblina. Uma boa visibilidade é fundamental para a segurança em situações desse tipo. 

Fique atento ao estado dos pneus, incluindo o estepe, afinal, imprevistos podem acontecer. É importante também verificar todo o sistema de freios e, por fim, os faróis, lanternas e demais luzes. 

2 – Respeite a capacidade de carga e de passageiros 

Não exceda o número limite de passageiros do veículo. Além de cometer uma infração de trânsito que gera 4 pontos na carteira mais um prejuízo de R$ 130,16, os riscos em um acidente são muito maiores, entre outras coisas, porque a quantidade de cintos de segurança será insuficiente para todos. 

Além disso, o excesso de peso poderá gerar o desgaste prematuro de câmbio, suspensão, pneus, motor, freios e outros sistemas do veículo.  

3 – Cuide do ar-condicionado 

Mesmo não afetando a segurança do veículo e dos ocupantes, um sistema de climatização sujo e ineficiente pode gerar problemas respiratórios e desconforto, além de aumentar o trabalho exigido do motor para mantê-lo funcionando, o que aumenta o consumo de combustível. 

4 – Transporte Crianças em cadeirinhas, pets em caixas de transporte 

O transporte de crianças e de animais de estimação deve seguir algumas regras:  

Bebês de 0 a 1 ano: Devem ser transportados em bebê-conforto instalado no sentido inverso do de um passageiro, ou seja, voltado para a parte de trás do carro. 

Crianças de 1 a 4 anos: As crianças devem ser transportadas em cadeirinhas, viradas para frente, no mesmo sentido dos passageiros, sempre no banco de trás. É importante fixar as cadeirinhas ao banco do veículo de acordo com as instruções do fabricante. 

A partir dos 4 anos: É liberado o uso do assento de elevação para a utilização do cinto de segurança de três pontos do automóvel, sempre no banco traseiro. Atenção para que o cinto não fique no pescoço da criança.  

7 a 10 anos: O transporte deve ser feito no banco de trás, sem cadeira ou elevação, usando o cinto de segurança do veículo. A partir de 10 anos ou mais de 1,45 m de altura os pequenos já podem ser transportadas no banco da frente, sempre com cinto de segurança. 

Cachorros, gatos e outros pets: devem ser colocados em caixas de transporte, com cinto de segurança peitoral, assento de cadeirinha ou grade de segurança. Há diferentes tipos de transporte, de acordo com o porte físico do pet. O máximo de segurança para ele será importante para dar tranquilidade ao motorista. 

5 – Ande com o carro engrenado, mesmo nas descidas 

Se você estiver descendo uma serra, deixe sempre o carro engrenado em uma marcha baixa o suficiente para manter uma velocidade segura de descida. Nunca deixe o câmbio em ponto-morto (a clássica “banguela”.  

Use a marcha ao seu favor, sem exageros, e, em trechos de descida, como a descida de uma serra, reduza para que o próprio sistema – com o “freio motor” – impeça que o carro desenvolva uma velocidade excessiva. Assim você não vai sobrecarregar o sistema de freios durante a descida.  

6 – Fique atento aos limites de velocidade  

Respeitar o limite de velocidade estipulado, além contribuir para diminuir os riscos de acidentes, evita que você receba multa por excesso de velocidade. Ela pode ser bem salgada: R$ 195,23 e 5 pontos em sua CNH, em caso de 20% a 50% acima do limite permitido na via.  

O valor da multa por excesso de velocidade poder chegar até R$ 880,41, com suspensão imediata da CNH do condutor, caso ele esteja mais de 50% acima do limite da via – como estar a 150 km/ em um trecho onde a máxima permitida é de 100 km/h.   

7. Mantenha distância do veículo que vai à frente 

No trânsito, o recomendado é manter uma distância segura dos outros veículos. Em locais perigosos, com asfaltos ruins, serras, neblinas ou excesso de chuva, essa distância deverá ser ainda maior.  

Caso surja algum imprevisto à frente, a distância dará tempo de reação para o motorista para poder frear ou desviar, caso seja necessário. Faça ultrapassagens apenas com o máximo de segurança possível e sempre pela faixa da esquerda. 

8- Respeite a natureza 

Neblina e chuva são extremamente comuns nesta época do ano, então dirija sempre com cuidado redobrado nessas situações. Use os faróis em nível baixo, reduza a velocidade e aumente a distância em relação aos outros veículos. Fique também bem atento à sinalização do local. 

Em caso de visibilidade muito baixa, que não permita que se enxergue sequer a sinalização da pista, é melhor parar seu veículo com segurança em um posto de combustível ou outro tipo de abrigo e esperar que as condições melhorem. O mesmo vale para pancadas de chuva que inundem o asfalto. 

Aproveite para verificar o carro, tomar um café e descansar um pouco. Procure informar-se sobre as condições do caminho à frente antes de retornar para a estrada. 

9 – Respeite as leis de trânsito 

Mesmo que seja óbvio, muitos acidentes que ocorrem em estradas pelo país poderiam ser evitados se todas as leis fossem seguidas corretamente. Excesso de velocidade, dirigir sob efeito de álcool ou entorpecentes, ultrapassagens em locais proibidos e muitos outros tipos de infrações representam alto risco de desastre.  

Além de possíveis multas, sua vida e de seus passageiros estão em jogo. Cuide para que todos possam chegar até o destino e, assim, desfrutar do merecido descanso. 

10- Não dirija com sono 

Tomar um café é uma boa pedida para fazer um pit-stop em posto de combustível. O motorista pode aproveitar para esticar as pernas, mexer no celular com segurança, tomar uma água e até tirar uma soneca caso seja necessário. Nunca viaje com sono. 

Fonte: Icarros