Senado diz que novo reajuste do salário mínimo vai custar até R$ 3,3 bilhões

-Foto : Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas
Foto : Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

Anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro ontem (14) o novo aumento do salário mínimo deve ter um impacto nas despesas públicas entre R$ 2,7 bilhões e R$ 3,3 bilhões em 2020. A avaliação é da Instituição Fiscal Independente (IFI), ligada ao Senado. O governo federal estima um montante menor, cerca de R$ 2,13 bilhões. A área econômica do Planalto projeta que o impacto para cada R$ 1 de aumento do piso é de R$ 355 milhões, em razão de o governo pagar benefícios previdenciários e assistenciais vinculados ao salário mínimo.

O IFI deve anunciar os números hoje (15) e calcula que essa cifra pode variar de R$ 450 milhões a R$ 550 milhões para cada R$ 1 real de aumento. O novo reajuste do salário mínimo anunciado por Bolsonaro vai recompor integralmente a inflação. A partir de fevereiro, o valor será de R$ 1.045.

O reajuste foi anunciado após reunião entre Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes. O presidente afirmou que enviará uma nova MP (Medida Provisória) ao Congresso Nacional, que substituirá a proposta enviada em dezembro, que reajustava o piso salarial do país de R$ 998 para R$ 1.039. (Metro1)
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui