Senador do PTB é investigado em inquérito sobre desvios de emendas

Imagem: Divulgação

O senador Roberto Rocha (PTB-MA) é um dos políticos investigados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em inquérito sobre desvios de emendas parlamentares no Maranhão.

Operações da PF já foram feitas no âmbito desse inquérito, a última em março deste ano, quando foram visitados endereços de três deputados do PL, partido do presidente Jair Bolsonaro: Josimar Maranhãozinho (PL-MA); Pastor Gil (PL-MA) e Bosco Costa (PL-SE).

A investigação é relatada no Supremo pelo ministro Ricardo Lewandowski e corre sob sigilo. Foi a Folha de S. Paulo que primeiro revelou que o senador Roberto Rocha, que é da base bolsonarista, também está entre os investigados.

Como corregedor do Senado, o parlamentar tem a missão de “manter o decoro, a ordem e a disciplina na Casa” além de “realizar sindicâncias sobre denúncias de ilegalidades envolvendo senadores”, segundo o regimento interno.

Ao incluir o senador no inquérito, Lewandowski acatou pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR).

Rocha disse à Folha que desconhece a investigação e que não foi procurado pela polícia “decerto por ela ter concluído pelo seu não envolvimento”.

As investigações apuram se os políticos citados operavam um sistema de extorsão de prefeituras beneficiadas com recursos federais. (Metropoles)