Sistema com dados da Covid deve ser restabelecido até 14 de janeiro, diz Ministério da Saúde

Plataforma do Ministério da Saúde foi alvo de hackers ConecteSUS/Fotos Públicas

O Ministério da Saúde informou nesta quarta-feira (12) que o sistema que consolida os dados da pandemia deve ser totalmente restabelecido até sexta-feira (14).

Durante o comunicado, o secretário-executivo da pasta, Rodrigo Cruz, apresentou um cronograma passo a passo de como as informações foram restabelecidas após o ataque hacker que aconteceu em 10 de dezembro:

O primeiro passo foi restabelecer todos os sistemas para incluir informações.
O segundo passo foi o compartilhamento desses dados com órgãos públicos.
Já o terceiro passo, que deve ser restabelecido até 14 de janeiro, é sobre o compartilhamento com o público.

“Desde dezembro, o Ministério da Saúde consegue receber todas as informações: óbitos, agravamentos, casos e vacinação. Com relação à disseminação dos dados identificados para estados e municípios, os dados do Sivep-Gripe e e-SUS Notifica foram restabelecidos desde dezembro. Os dados da vacinação a gente vai restabelecer agora dia 14 de janeiro”, explicou Cruz.
Ele também disse que o Open DataSUS, plataforma aberta para a sociedade, também deve voltar na sexta-feira. “Nossa expectativa é que volte a funcionar a parte de hospitalização, casos e imunização”.

Relembre o ataque
O sistema foi invadido por hackers na madrugada de 10 de dezembro. Na época, o ministério disse que o ataque afetou as plataformas e-SUS Notifica, SI-PNI e ConecteSUS. Dados de vacinação foram perdidos no dia do ataque, mas foram recuperados em 12 de dezembro.

Essas plataformas contêm dados que são importantes para a vigilância de casos, mortes e adesão à vacinação contra a Covid-19:

O e-SUS Notifica, por exemplo, tem como objetivo auxiliar no controle da pandemia no país. Ele foi lançado para receber notificações de síndrome gripal suspeita e confirmada de Covid-19.

O SI-PNI traz informações sobre cobertura vacinal e vacinação contra outras doenças no país.

Já o ConecteSUS tem entre suas funcionalidades a emissão do Certificado Nacional de Vacinação contra Covid-19 e da Carteira Nacional de Vacinação Digital.