STF concede progressão para o regime semiaberto a Marcos Valério

Foto: Arquivo/Agência Brasil

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu a progressão do regime semiaberto para aberto para o publicitário Marcos Valério, condenado a 37 anos e cinco meses no processo do mensalão. Ele cumpre pena pelos crimes de peculato, corrupção ativa, lavagem de dinheiro e crime contra o sistema financeiro.

Apesar da decisão do ministro, Marcos Valério deve permanecer em prisão domiciliar. No regime aberto, o preso pode trabalhar durante o dia e retornar à noite para dormir em uma unidade parceira do sistema prisional. No entanto, a Comarca de Nova Lima, na região Metropolitana de Belo Horizonte (MG), onde o condenado cumpre pena, não possui nenhuma instalação adequada para esta modalidade.

Marcos Valério já cumpre pena em prisão domiciliar desde março de 2020 por causa da pandemia da Covid-19. Mesmo com a progressão da pena, o ministro reforçou que o publicitário também terá que pagar uma multa de R$ 10,3 milhões. Os bens do condenado estão bloqueados para o pagamento da multa e reparação do dano causado.