Últimas Notícias sobre 7 de Setembro

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a relativizar os atos de 7 de Setembro do ano passado e afirmou que nunca seria preso. Bolsonaro também comentou a facada sofrida por ele durante a campanha de 2018, insinuando que o crime tinha a intenção de tirá-lo da disputa eleitoral.

Foto: Voz da Bahia

Uma loja de assessórios para aparelhos celulares no Centro da cidade de Santo Antônio de Jesus foi arrombada e roubada na madrugada desta última quinta-feira (3).

Foto : Cesar Itiberê/PR

O ex-presidente Michel Temer (MDB) contradisse uma declaração que o presidente Jair Bolsonaro deu em entrevista à revista Veja, sobre quem ligou para quem no início de setembro —o encontro entre eles resultou em carta aberta na qual o atual chefe do Executivo declara o seu respeito às instituições brasileiras, dois dias após um discurso golpista no 7 de Setembro.

Foto: Fabio Rodrigues/Agência Brasil

O feriado da Independência do Brasil rendeu ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) mais de 100 mil novos seguidores em seu perfil oficial no Instagram. De acordo com dados da plataforma Social Blade, o presidente da república ganhou ao menos 128 mil seguidores desde o último domingo (07).

Foto: WhatsApp / Achei Sudoeste

O prefeito de Brumado, no Sertão Produtivo, Sudoeste baiano, foi visto em Brasília sem máscara no ato em defesa do presidente da República, Jair Bolsonaro, durante o Sete de Setembro. Eduardo Vasconcelos deixou de participar da celebração da data em Brumado e preferiu se juntar aos adeptos do presidente.

Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

A Comissão Ad Hoc (reunida exclusivamente para a finalidade, em tradução do latim) reúne representantes da Anistia Internacional, Conectas Direitos Humanos, WWF-Brasil, Comitê Brasileiros de Defensoras e Defensoras de Direitos Humanos, Artigo 19, entre outras organizações. A informação é da coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo.

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, autorizou nesta segunda-feira (6) diversas diligências requeridas pela Procuradoria-Geral da República (PGR) no intuito de apurar a ilícita incitação da população, por meio das redes sociais, a praticar atos criminosos, violentos e atentatórios ao Estado Democrático de Direito e às suas Instituições durante o feriado da Independência do Brasil (7 de setembro).

Foto: Alan Santos/Ascom, PR

Ao mobilizar em discursos as manifestações em torno do 7 de Setembro, o presidente Jair Bolsonaro busca se reaproximar da base que o elegeu em 2018. A avaliação foi publicada pela Folha de S. Paulo neste sábado 94). A publicação mapeou os grupos pretendidos pela estratégia governista. Siglas de oposição, como o PT, também organizam atos para a data em que se comemora a independência brasileira.

Foto: Divulgação

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB), descartou a possibilidade de convulsão social no país, por ocasião de atos pró-governo que estão sendo convocados para o dia 7 de setembro em várias capitais.

Foto : Nelson Jr / SCO / STF

Na decisão que autorizou os mandados de busca e apreensão contra o deputado Otoni de Paula (PSC-RJ) e o cantor Sérgio Reis, o ministro Alexandre de Moraes, do STF, proíbe que os dez alvos da operação da manhã desta sexta-feira (20) participem de qualquer evento em ruas e monumentos no Distrito Federal.

Close