Últimas Notícias sobre contratos

Foto: Bruno Ribeiro / Dircom PMB

A prefeitura de Barreiras, cidade localizada a 862,7 km de Salvador, está sendo investigada pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-BA) por supostas irregularidades em concorrências públicas (CP) de dois contratos direcionados à execução de serviços de pavimentação.

Vinte operadoras de planos de saúde foram notificadas pela Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), vinculada ao Ministério da Justiça, nesta sexta-feira (24). A decisão foi tomada após a constatação de um aumento no índice de rupturas unilaterais de contratos.

Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

Ainda na notificação, a Senacon cita as “situações de vulnerabilidade” de consumidores comunicados em um espaço curto de tempo

Foto: Francisco Medeiros/Ministério da Cidadania

O governo Lula cortou 80% dos contratos com comunidades terapêuticas em todo o Brasil. O motivo foi o corte de R$ 100 milhões no orçamento do Departamento de Entidades de Apoio e Acolhimento Atuantes em Álcool e Drogas do Ministério de Desenvolvimento Social.

Reprodução/Redes sociais

O ex-prefeito cassado de Madre de Deus, Jeferson Andrade, e sua esposa, Naiara Cardoso, ex-secretária de Saúde do município, são alvos de uma investigação conduzida pelo Ministério Público Federal e Estadual. A suspeita é que a contratação do Instituto de Gestão, Saúde e Tecnologia (IGST) tenha causado prejuízos ao erário.

Foto: Redes Sociais

O ex-prefeito de Jeremoabo, Antônio Chaves, recebeu mais uma condenação do Tribunal de Contas. No começo de novembro, o político foi condenado pelo Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA), a pagar a pagar multa de R$ 10 mil e também devolver ao erário estadual a quantia de R$ 94.466,53. Agora, os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios encontraram erros no valor de mais de R$500 mil no total.

Foto: Tiago Caldas | Ag. A TARDE

O ex-prefeito de Feira de Santana e ex-candidato ao governo da Bahia, José Ronaldo (União), foi denunciado pelo Ministério Público Federal por superfaturamento em contratos na Secretaria Municipal de Saúde, além de outros crimes.

Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

Ministérios e órgãos têm 60 dias para revisar todos os contratos do governo federal com valores acima de R$ 1 milhão. A medida está estabelecida na Portaria Interministerial nº 1, já publicada no Diário Oficial da União e assinada pelas pastas da Fazenda, Planejamento e Orçamento e Gestão e Inovação no Serviço Público.

Parece que está longe do fim os problemas de Iran Santana Alves, mais conhecido como Luva de Pedreiro com o seu ex-empresário Allan Jesus.

O ator Will Smith protagonizou a cena mais repercutida da cerimônia do Oscar 2022 ao dá um tapa no rosto do comediante Chris Rock após fazer piada da aparência da sua esposa, Jada Pinkett Smith. A noite da maior premiação do cinema mundial parece ter se tornado um verdadeiro pesadelo para o astro. 

Close