Últimas Notícias sobre drones

Os drones poderão identificar, por exemplo, crimes eleitorais tradicionais como boca de urna, compra de votos e transporte irregular de eleitores - Foto: Daniel Estevão/MJSP

Asegurança das eleições municipais de novembro deste ano terá uma novidade: o uso de drones. Os equipamentos serão usados pela Polícia Federal para monitorar locais de votação e assim prevenir e reprimir crimes eleitorais. O primeiro e segundo turno das eleições estão marcados para os dias 15 e 29 de novembro.

Foto: Divulgação

Cem drones vão ser usados durante o pleito eleitoral deste ano em todo o território nacional para prevenir e combater possíveis crimes eleitorais. Os equipamentos foram apresentados nesta terça-feira, 27, pela Polícia Federal. Na Bahia serão aeronaves pilotadas de forma remota, que vão auxiliar na segurança no dia 15 de novembro, data que serão realizadas as eleições municipais. Os equipamentos vão ser alocados de forma estratégica em municípios de todo o país e podem ser manipulados até oito quilômetros de distância do operador.

Divulgação iFood/REUTERS

O iFood recebeu aval da Agência Nacional Aviação Civil (Anac) para voos experimentais com drones, que serão usados em um modelo híbrido para reduzir o tempo das entregas.

Foto: Ketla Pinheiro / SSP-BA

A Polícia Militar tem usado barreiras e drones como forma de fiscalizar as medidas de restrição, o que inclui toque de recolher, em Feira de Santana devido à pandemia do novo coronavírus. Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA), as guarnições estão distribuídas nas principais vias da cidade e em bairros mapeados pela prefeitura.

Sugestões podem ser enviadas à agência até 5 de fevereiro de 2020. Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) quer rever as regras de uso de aeronaves não tripuladas no país, os chamados drones. Na última terça-feira (5), a agência reguladora abriu consulta pública para colher sugestões e propostas da sociedade para mudanças na legislação atual

Close