Últimas Notícias sobre Flordelis

Foto: Reprodução

A ex-deputada Flordelis teve seu júri popular adiado para 12 de dezembro após um pedido de sua defesa. Ela é acusada de participar da morte de seu marido, o pastor Anderson do Carmo, dentre outros crimes.

Foto: Fernando Frazão / Agência Brasil

A Justiça do Rio de Janeiro adiou o julgamento da ex-deputada Flordelis, que estava marcado para a próxima segunda-feira (6), para o dia 12 de dezembro. A decisão foi publicada hoje (3).

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

A defesa de Flordelis alegou, no dia 3 deste mês, que a juíza do caso, Nearis dos Santos Carvalho Arce, titular da 3ª Vara Criminal de Niterói, tinha falado com os jurados que devem atuar no processo sobre o julgamento da ré.

Imagem: Reprodução

A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve a prisão preventiva da ex-deputada federal Flordelis. A ex-parlamentar é acusada de ser a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, em junho de 2019, na mesma casa em que ela foi detida.

Foto: Reprodução/ TV Globo

Após 21 horas de julgamento, o Tribunal do Júri de Niterói absolveu Carlos Ubiraci Francisco da Silva , filho afetivo de Flordelis, pela morte do pastor Anderson do Carmo.

Foto: Divulgação

A Justiça do Rio realiza, nesta terça-feira (12), o júri popular do homicídio do pastor Anderson do Carmo, marido da ex-deputada federal Flordelis, morto em 2019. Presa desde quando teve o mandato cassado, em agosto de 2021, Flordelis também é acusada de envolvimento neste homicídio, mas devido ao grande número de réus será julgada em outra ocasião.

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

A Justiça do Rio de Janeiro marcou o julgamento da ex-deputada Flordelis. Ela vai a júri popular em pouco mais de um mês, no dia 9 de maio, acusada pela morte do marido, o pastor Anderson do Carmo. A decisão, divulgada nesta terça-feira (29), é da juíza Nearis dos Santos Carvalho Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói.

Foto: reprodução/Lorra Prado/AM Press e Images

A ex-deputada federal Flordelis teve um recurso negado pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Ela tentava anular a decisão que estabeleceu o formato de júri popular para o julgamento dos réus que respondem pela morte do pastor Anderson do Carmo.

Foto : Fernando Frazão/Agência Brasil

Presa por suspeita de envolvimento no assassinato do ex-marido, Flordelis está noiva de outro pretendente. O eleito é o produtor musical Allan Soares.

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil - 25.06.2019

Os desembargadores da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro negaram um recurso da defesa de Flordelis e mantiveram a decisão de submeter a ex-deputada federal e outros nove réus a júri popular. Os 10 são acusados de envolvimento na morte do pastor Anderson do Carmo, em junho de … continue

Close