Últimas Notícias sobre inflação

Foto: Divulgação

Embora a situação econômica das famílias ainda apresente muitas dificuldades como o desemprego elevado, inflação alta e ritmo de crescimento econômico lento, pelo menos há um bom motivo para presentear no Dia dos Pais, com os preços mais em conta dos produtos relacionados a data. A Fecomércio-BA fez uma lista com vários itens que são tradicionalmente buscados pelos consumidores para presentear nesta data comemorativa, como artigos de vestuários, produtos de higiene, beleza e eletrônicos.

Foto: Divulgação

A inflação desacelerou no mês de junho para todas as faixas de renda, mas, apesar dessa redução generalizada, na comparação com maio, a inflação para os mais pobres, de 0,62%, continuou bem maior do que a dos mais ricos, de 0,39%, pelo terceiro mês seguido.

Foto: Divulgação

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que mede a variação da cesta de compras para famílias com renda até cinco salários mínimos, ficou em 0,96% em maio deste ano, a maior taxa para o mês desde 2016 (0,98%).

Foto: divulgação Fecomércio-BA

A inflação de abril desacelerou em relação a março para todas as faixas de renda pesquisadas pelo Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea), que divulgou nesta sexta-feira (14) uma análise do Indicador Ipea de Inflação por Faixa de Renda.

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O aumento na inflação dos Estados Unidos provocou impactos no mercado financeiro em todo o planeta nesta quarta-feira (12). O dólar reverteu a queda dos últimos dias e voltou a ficar acima de R$ 5,30, e a bolsa de valores retornou aos 119 mil pontos e teve o pior desempenho diário desde março.

Moeda Nacional, Real, Dinheiro, notas de real

Em todo o país, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que mede a variação da cesta de compras de famílias com renda de até cinco salários mínimos, registrou inflação de 0,38% em abril deste ano.

Foto: Divulgação

Um levantamento feito pela Fundação Getulio Vargas (FGV) apontou que o preço de um prato feito aumentou, em média, 23% em um ano. A entidade teve como base as variações até março de 2021 capturadas pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC), calculado pela FGV. De acordo com a pesquisa, o preço do arroz aumentou 61%, e o feijão preto, 69%. O feijão carioca subiu 20%.

Foto: Divulgação

A expectativa mediana de inflação dos consumidores brasileiros para os próximos 12 meses ficou em 5,6%. O levantamento, feito em abril deste ano, mostra um resultado 0,1 ponto percentual acima do mês anterior (5,5%). Esse também é o maior nível do indicador desde outubro de 2018, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV).

Foto: Oswaldo Corneti/Fotos Públicas

Em março, a inflação ficou em 0,93%, a taxa mais alta para o mês desde 2015, quando alcançou 1,32%. Em março de 2020, a variação havia sido de 0,07%.

Foto : Paulo Pinto /Fotos Publicas

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgou nesta sexta-feira (12), o indicador “Inflação por faixa de renda”, que apontou que a diferença da inflação entre os mais pobres e mais ricos deve se reduzir este ano. O índice disparou em 2020, em função da alta de preços de alimentos e a desaceleração de serviços.

Close