Últimas Notícias sobre Michelle Bolsonaro

Foto; Divulgação

Os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) formaram maioria para arquivar o pedido de investigação sobre os cheques depositados por Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), na conta da primeira-dama Michelle Bolsonaro.

O tribunal determinou ainda que Michelle Bolsonaro pague R$ 15 mil em honorários à advogada da revista ISTOÉ. A primeira-dama ainda pode recorrer da decisão.

A primeira-dama Michelle Bolsonaro perdeu no Tribunal de Justiça de São Paulo um pedido de indenização por danos morais movido contra a revista ISTOÉ. Na ação, a primeira-dama alegava que a matéria “O esforço de Bolsonaro para vigiar a mulher de perto”, publicada em fevereiro do ano passado, a retratou de maneira machista.

Foto: Reprodução

A Justiça do Distrito Federal condenou sete policiais militares a 10 anos de prisão por organização criminosa. Os militares foram presos em maio de 2019 no âmbito da Operação Horus, ação deflagrada pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) que desarticulou o grupo envolvido em grilagem de terras. Um dos condenados é tio da primeira-dama do Brasil, Michelle Bolsonaro.

Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse ontem (15), quatro meses depois da revelação dos R$ 89 mil depositados por Fabrício Queiroz na conta da primeira-dama Michelle, que os depósitos não eram para ela, e sim para ele.

(Brasília - DF, 13/11/2019) Presidente da República, Jair Bolsonaro e a Primeira-Dama Michelle Bolsonaro, acompanhados dos demais líderes do BRICS e esposas, assistem à apresentação cultural da orquestra “Criança Cidadã”. rFoto: Marcos Corrêa/PR

O governo de Jair Bolsonaro saiu em defesa do repasse de R$ 7,5 milhões para um programa liderado pela primeira-dama, Michelle. O Palácio do Planalto divergiu da própria empresa que realizou a doação e disse que “o Ministério da Saúde não precisava de mais equipamentos” para testes no combate à pandemia da Covid-19.

Michelle e Jair Bolsonaro (Foto: Carolina Antunes/PR)

O governo de Jair Bolsonaro repassou R$ 7,5 milhões doados para a compra de testes rápidos da Covid-19 ao programa Pátria Voluntária, liderado pela primeira-dama, Michelle Bolsonaro.​ O dinheiro foi doado pela Marfrig, um dos maiores frigoríficos do país, no dia 23 de março, início da pandemia no país. A ideia original era adquirir 100 mil testes para a doença.

Reprodução / Agência Brasil

A primeira-dama Michelle Bolsonaro lamentou a morte da avó, Maria Aparecida Firmo Ferreira, de 80 anos, vítima de covid-19 na madrugada de ontem (12), no Hospital Regional de Ceilândia (HRC), no Distrito Federal. De acordo com nota da Secretaria de Comunicação Social da Presidência, Michelle recebeu a notícia com pesar.

Foto: Reprodução

Morreu nesta quarta-feira (12) a avó materna da primeira-dama do Brasil, Michelle Bolsonaro. Maria Aparecida Firmo Ferreira, de 81 anos, foi vítima da covid-19. Ela estava internada na enfermaria do Hospital Regional de Ceilândia (HRC).

Foto: Reprodução / Alan Santos / PR

A primeira-dama Michelle Bolsonaro pode ter recebido mais de R$ 70 mil reais de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro (Republicanos) e em prisão domiciliar por suspeita de participação em um esquema de rachadinha com dinheiro dos gabinetes da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

Foto: Rovena Rosa | Agência Brasil

Os testes para detecção da Covid-19 (novo coronavírus) da primeira-dama Michelle Bolsonaro e das filhas deram negativo. A informação foi confirmada por Michelle, por meio de publicação nas redes sociais, neste sábado, 11. Na última terça-feira, 7, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou que contraiu a doença. Desde que anunciou o teste positivo, o … continue

Close