Últimas Notícias sobre YouTube

Foto: Divulgação

Embora com atraso, o Youtube anunciou nesta quarta-feira (29) que vai remover vídeos com informações falsas sobre quaisquer vacinas aprovadas por autoridades de saúde. Anteriormente, a plataforma já havia adotado posição semelhante sobre desinformação relativa aos imunizantes contra a covid-19. “Temos visto constantemente alegações falsas sobre as vacinas contra o coronavírus se transformarem em informações errôneas sobre as vacinas em geral. Estamos agora num ponto em que é mais importante do que nunca expandir o trabalho que começamos com a covid-19 para outras vacinas”, explica a empresa em comunicado.

Foto: Divulgação/MPBA

O programa Criança e Consumo, do Instituto Alana, protocolou no Ministério Público do Estado da Bahia(MP-BA) uma denúncia contra nove empresas por prática ilegal publicidade infantil no YouTube.

Foto: Pixabay

O Youtube atendeu decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e suspendeu o pagamento a canais de apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que divulgavam informações falsas sobre as eleições brasileiras.

Foto: Reprodução / Instagram

Pocah, 26, se mostrou triste e revoltada com o fato de sua nova música de trabalho “Muito Prazer” ter o alcance limitado pelo YouTube. Quando isso acontece, o vídeo não é divulgado a um grande número de pessoas, o que interfere diretamente na divulgação do conteúdo e no consequente ganho que isso traria.

Foto: Montagem - Reprodução

A mais nova ofensiva da militância LGBT na imposição de sua visão de mundo a toda sociedade chegou à Seleção Brasileira através de uma ação na Justiça para que a CBF se explique sobre a ausência do número 24 entre os jogadores. Nesse contexto, os pastores Felippe Valadão, da Igreja Lagoinha Niterói, e Silas Malafaia, … continue

Foto: YouTube

Quarenta anos após o lançamento do clipe ‘Billie Jean’, a faixa, um dos maiores sucessos de Michael Jackson, atinge um novo recorde.

Foto: Reprodução Youtube

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) evitou falar em cloroquina durante a sua já tradicional live às quintas-feiras. Ele disse que apresentou alguns sintomas parecidos com a covid-19 e fez uso do medicamento sem consultar nenhum médico.

Foto: Reprodução

O polêmico bispo nigeriano T.B. Joshua teve seu canal no YouTube fechado pela plataforma de streaming por causa de vídeos em que supostamente alegava conhecer caminhos para “curar a homossexualidade”.

Foto: Divulgação

Um pastor evangélico nigeriano pediu aos seus fiéis para “rezar pelo YouTube” e não reagir com ódio ao fechamento de seu canal de vídeo, no qual ele alegava “curar a homossexualidade”.

Foto: Divulgação

Como forma de inibir a propagação de notícias falsas, o YouTube anunciou que irá proibir a publicação de vídeos que incentivem o uso da hidroxicloroquina e da ivermectina no tratamento contra a Covid-19.

Close