Tenente da PM fala sobre resgate da santoantoniense que ameaçou se jogar da Ponte do Funil

-
Foto: Reprodução/ Redes Sociais

Uma mulher foi resgatada na manhã de quinta-feira (22), após tentar pular da Ponte do Funil, na BA-001, sentido Ilha de Itaparica (clique e veja). Após esforços da Polícia Militar, a vítima que é natural de Santo Antônio de Jesus e possivelmente sofre com transtornos depressivos desistiu de pular.

Em entrevista a Andaiá FM, o Tenente Charles Sacramento dos Santos Júnior que participou do resgate, falou sobre o caso e como conseguiu convencer a mulher a não pular, “estávamos fazendo nosso habitual patrulhamento quando um senhor nos chamou na Ponte do Funil, ele estava preocupado e nos informou que a senhora estava com desejo de se jogar. De imediato, interpelamos por ela e deu tudo certo”, falou.

Segundo o tenente, o objetivo era tentar entender o que se passava na mente da mulher resgatada, para mudar sua decisão sem precisar usar força bruta, “não poderíamos puxar com força, pois os nervos dela estavam tensos e abraçada no parapeito com a perna e braço. Ela demonstrava muita força no momento, se puxássemos, ela sairia com vários machucados na pele e tornaria uma ocorrência com maior gravidade. Nosso comandante sempre traz esforços para que a gente possa se qualificar, com cursos e instruções. Naquele momento, tínhamos que tentar entender o que a pessoa estava passando e qual o seu desejo. Além disto, tinha que entender de que forma a Polícia Militar poderia ajudar a tentar a reverter o que estava causando mal para ela. O fato aconteceu por volta das 10h, nossa conversa levou cerca de 1h. A mulher estava muito irredutível e não queria largar o parapeito. Ela respondeu algumas coisas pessoas depois de muito tempo, pois inicialmente ela só respondia com a cabeça negativamente. Fizemos um trabalho de conscientização e saímos vitoriosos”, concluiu.

Redação Voz da Bahia