UFC: José Aldo é nocauteado por russo e perde chance de ser campeão peso-galo

-
Petr Yan ficou com o cinturão | Foto: Divulgação / UFC

O lutador José Aldo foi nocauteado pelo russo Petr Yan na madrugada deste domingo (12), no horário do Brasil, no UFC 251, realizado na Ilha da Luta em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. Com a derrota, o brasileiro, ex-campeão do peso-pena, perdeu a chance de entrar no rol dos atletas com conquistas em duas divisões de peso diferentes. O adversário ficou com o cinturão do peso-galo que estava vago.

O russo nocauteou Aldo aos 3m24s do quinto round da luta após uma série de golpes duros no chão. O UFC 251 marcou a estreia da Ilha da Luta, que fica na Yas Island. Desde abril, o presidente da franquia, Dana White, mencionou o local pela primeira vez. Ela foi montada para receber lutadores de fora dos Estados Unidos, devido às restrições por conta da pandemia do coronavírus.

Vale lembrar que a baiana Amanda Nunes está no seleto grupo que conquistou dois cinturões de categorias diferentes do UFC. Ela é campeã dos peso-pena e peso-galo.

BRASILEIRAS TAMBÉM ENTRARAM NO OCTÓGONO

Além de José Aldo, o Brasil foi representado por duas mulheres no UFC 251. Destaque para a mineira Amanda Ribas que atropelou a americana Paige VanZant no peso-mosca e conquistou sua quarta vitória no Ultimate e segue invicta. Ela venceu a luta por finalização com uma chave de braço em apenas 2m21s do primeiro round.

Já a paranaense Jéssica “Bate-Estaca” Andrade parecia encaminhar um nocaute contra Rose Namajunas, mas acabou sendo surpreendida pela adversária. A americana venceu a revanche do duelo de ex-campeãs por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28), no peso-palha.

Amanda Ribas | Foto: Divulgação / UFC

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui