2019 teve 116 ataques de Bolsonaro à imprensa, diz federação

-
Foto : Isac Nóbrega/PR

Quase dez ataques por mês foram feitos pelo presidente Jair Bolsonaro a profissionais jornalistas, a veículos de comunicação e à imprensa em geral no ano de 2019, seu primeiro ano à frente do cargo.

O monitoramento foi feito pela Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), que aponta um total de 116 declarações contra a imprensa em 2019.

A entidade informou que foram 11 ataques a jornalistas, e 105 tentativas de descredibilização da imprensa. O monitoramento feito pela Fenaj inclui apenas os pronunciamentos registrados por escrito nos meios oficiais do presidente, que inclui o Twitter e as entrevistas e discursos transcritos no site do Planalto.  (Metro1)