Anvisa avalia 2 registros de testes de varíola dos macacos

Foto: Maína Diniz / Pref. Lauro de Freitas

Brasil tem 2.004 casos confirmados da doença e uma morte; vacinas devem começar a chegar em setembro

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) anunciou na sexta-feira (5) que recebeu o 2º pedido de registro de kit para teste da varíola dos macacos. Feito pela empresa CPMH – Comércio e Indústria de Produtos Médico-Hospitalares e Odontológicos LTDA, o pedido foi entregue à agência sanitária em 2 de agosto.

Anteriormente, o órgão já havia recebido um pedido de registro da empresa Biomédica. Agora, aguarda informações adicionais necessárias para a conclusão da análise pela equipe técnica.

Para a liberação do registro, a agência federal avalia desde o processo de fabricação até a confiabilidade dos resultados e a efetividade do diagnóstico.

Em nota, a Anvisa explicou que, atualmente, o diagnóstico da varíola dos macacos no Brasil é “feito por meio de ensaios moleculares de PCR com metodologia desenvolvida pelo próprio laboratório de análise clínica, com base em protocolos validados”.

Também de acordo com a agência, “essa forma de atuação está regulamentada e é equivalente à aplicada por diferentes países, principalmente quando ocorre epidemia por agentes etiológicos emergentes”. (bahia.ba)

Veja mais notícias no vozdabahia.com.br e siga o site no Google Notícias