Após cirurgia para correção de hérnias de disco, Divaldo Franco recebe alta

-
Após deixar UTI, Divaldo Franco deve receber alta médica no próximo domingo, diz diretor da Mansão do Caminho. — Foto: Divulgação/Assessoria

O líder espírita Divaldo Franco, de 93 anos, que passou por cinco horas de cirurgia na semana passada, recebeu alta no final da manhã desta segunda-feira (3), da unidade de saúde que estava internado, em São Paulo. A informação é de Mário Sérgio Almeida, diretor do Centro Espírita Caminho da Redenção e a Mansão do Caminho.

Divaldo passou por uma cirurgia para correção de três hérnias de disco na última quarta-feira (29). Logo após, Divaldo precisou ser levado recuperação em uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Na ocasião, ele estava bem e comunicativo. Na quinta-feira (30), ele deixou a UTI do hospital. Inicialmente, a previsão de alta era no domingo (2), mas depois alterada para esta segunda. Não há detalhes do motivo da mudança.

De acordo com Mário Sérgio, Divaldo tem feito caminhadas e exercícios com apoio da fisioterapia. Ele ainda sente um pouco de dormência na perna e no pé, o que é considerado normal pelos médicos, mas a fisioterapia está auxiliando na melhora do quadro. Também está bem disposto e começou a trabalhar um pouco desde o domingo (2).

Segundo Sérgio, Divaldo ficará na casa de amigos em Amparo, no estado de São Paulo durante uma semana, pois vai precisar voltar ao hospital para fazer a a revisão. O retorno para Salvador está previsto para a próxima semana.

Em maio deste ano, Divaldo Franco, que é natural de Feira de Santana, cidade a 100 km de Salvador, lançou o livro Vidas Vazias, ditado pela guia espiritual dele, Joanna de Ângelis, no dia em que fez aniversário.

Toda a renda adquirida com a venda da obra foi revertida para as Obras Sociais Mansão do Caminho, localizada em Salvador, uma instituição que acolhe e educa gratuitamente crianças carentes. O livro tem 30 mensagens de estudos e reflexões, com métodos eficazes para problemas do dia-a-dia, para que se possa conquistar a plenitude

Cirurgia

A Mansão do Caminho informou o final da cirurgia de Divaldo por volta das 23h de quarta (29). Ele ficou por volta de cinco horas no procedimento. “Agradecemos as manifestações de solidariedade, por meio de preces e vibrações. Continuemos em oração para seu completo restabelecimento”, escreveu a direção do centro nas redes sociais.

Na segunda-feira (27), o diretor das Obras Sociais Mansão do Caminho, Mário Sergio Almeida, informou que o médium e orador espírita sentiu dores, mas não apresentava complicações de saúde.

A diretoria da instituição afirmou que a cirurgia de Divaldo Franco seria feita na terça-feira (28). Entretanto, o procedimento cirúrgico foi adiado para a noite de quarta.

Divaldo Franco

Divaldo Franco completa sete décadas de oratória da doutrina espírita — Foto: Imagem/TV Bahia
Divaldo Franco completa sete décadas de oratória da doutrina espírita — Foto: Imagem/TV Bahia

Nascido em 5 de maio de 1927, em Feira de Santana, o líder espírita já publicou mais de 250 livros, de mais de 200 autores espirituais.

Em setembro de 1947, fundou o Centro Espírita Caminho da Redenção. Cinco anos mais tarde, em 1952, Divaldo Franco deu início ao seu maior trabalho: a fundação, ao lado de Nilson de Souza Pereira, da Mansão do Caminho, instituição localizada no bairro de Pau da Lima, em Salvador, que acolheu e educou crianças sob o regime de Lares Substitutos. A instituição já tirou mais de 160 mil pessoas da condição de miséria extrema.

Em vinte Casas Lares, educou mais de 600 filhos, a maioria com família constituída. Na década de 60, iniciou a construção de escolas, oficinas profissionalizantes e atendimento médico.

Atualmente, a Mansão do Caminho é um complexo educacional com 83 mil metros quadrados e 52 edificações que atende a três mil crianças e jovens de famílias de baixa renda. O complexo atende a diversas atividades socioeducacionais como: enxovais, pré-natal, creche, escolas de ensino fundamental e médio, informática, cerâmica, panificação, bordado, reciclagem de papel, centro médico, laboratório de análises clínicas, atendimento fraterno, bibliotecas e outros.

Mais de 35 mil crianças passaram pelos vários cursos e oficinas da Mansão do Caminho. A obra é basicamente mantida com a venda dos livros mediúnicos e das gravações de palestras, seminários, entrevistas e mensagens de Divaldo. (G1/Ba)