Cães são deixados pelos donos dentro de carros trancados em dias de calor intenso

Foto: Reprodução

Cenas de maus-tratos que causam revolta e indignação foram registradas em cidades do Sul e do Nordeste do país, onde donos de cães saem para passear e deixam os animais dentro do carro.

Com a ajuda de um equipamento, o Fantástico mostra o que acontece dentro de um carro que está parado, sob o sol forte de verão, durante duas horas. O sensor capaz de apontar com precisão a temperatura no interior do veículo, com as portas e os vidros fechados.

Gráficos mostram que, conforme o tempo passa, o calor vai ficando mais intenso. A radiação do sol entra no carro e, com tudo fechado, o calor fica concentrado ali.

“O sol emite ondas eletromagnéticas, e essas ondas podem atravessar algumas superfícies, por exemplo vidro, acrílico, plástico, o que for transparente. No pico, a temperatura do ar no interior do veículo chegou a 60 graus, e a temperatura do painel passou dos 80 graus” afirma Saulo Güths, professor de Engenharia Mecânica da Universidade Federal de Santa Catarina.

Os donos dos animais resgatados pela PM respondem por maus-tratos na justiça. Os cães são levados para ONGs enquanto os responsáveis tentam acordo com o Ministério Público.

“Nós que recebemos todos os dias animais vítimas de todo o tipo de crueldade receber a notícia de que o animal ele foi esquecido, o causador do problema foi justamente a pessoa que deveria proteger ele. Então isso para gente é muito chocante”, conta Patrícia Ferreira, voluntária da ONG Viva Bicho.

G1