Dia Nacional das Baianas de Acarajé é celebrado nesta quarta-feira (25)

-
Foto: Divulgação

Como parte das comemorações em torno do Dia Nacional das Baianas de Acarajé, celebrado nesta quarta-feira (25), a Bahiatursa, ligada à secretaria de Turismo, em parceria com a Associação Nacional das Baianas de Acarajé, promove nesta quarta mais um ano, o projeto “Axé com Dendê”.

O projeto acontece nas orlas do Litoral Norte (BA) e em Aracaju (SE), e irá presentear as pessoas que estiverem circulando pelas regiões da Praia do Forte, Sauípe e Arembepe na linha verde da Bahia e em Aracaju (SE), nas Praias de Atalaia, Oceanário de Aracaju, Orla do Bairro Industrial e Passarela do Caranguejo, com distribuirão fitinhas do Senhor do Bonfim, cocadas, kits de máscaras e sachê de álcool em gel, em embalagens plásticas.

Um dos maiores ícones da cultura popular brasileira está em festa de forma parcial em 2020. Em um ano atípico, com a pandemia e consequentemente alta no preço de uma das matérias primas para a produção dos alimentos do tabuleiro, o dendê, as profissionais comemoram aos poucos o retorno aos pontos de trabalho e a tentativa de normalização do faturamento.

No começo da pandemia, em entrevista a Rádio Metrópole, a presidente da Associação Nacional das Baianas de Acarajé (Aban), Rita Santos, declarou que a maioria das baianas faz parte do grupo de risco do coronavírus.

Foram criadas campanhas de auxílio durante a pandemia, e na última semana o Grupo Pretópolis confirmou o apoio a 500 baianas de Salvador e de 10 cidades do interior da Bahia por meio do programa #GPcomVC.

Foi distribuído de equipamentos de proteção individual (EPIs) para oferecer segurança à retomada das atividades dessas profissionais. “O princípio básico do nosso programa é auxiliar pessoas que estão enfrentando os efeitos da pandemia e quando fizemos o levantamento por regiões, ficamos muito sensibilizados com a campanha que as baianas estavam realizando. Não podíamos deixar de fora do #GPcomVC, pessoas que são orgulho para todos, e um dos maiores patrimônios imateriais do Brasil”, explica Eliana Cassandre, Head de Marketing do Grupo Petrópolis. (Bahia.Ba)