Enfermeiras oram na cobertura de hospital contra o coronavírus: “Período difícil”

Foto: Reprodução

A luta contra a pandemia do novo coronavírus ocorre em diferentes frentes de batalha, sendo uma delas a espiritual. E neste cenário muitas pessoas estão envolvidas, focadas no objetivo de clamar pela intervenção de Deus, como faz um grupo de enfermeiras que se reúne para orar na cobertura do hospital onde trabalham.

A prática ocorre no Centro Médico da Universidade Vanderbilt, no Tennessee, Estados Unidos. As profissionais usam o tempo de intervalo entre os atendimentos para subir ao heliporto do edifício, a fim de orar a Deus em comunhão.

“Oramos pela equipe de nossa unidade e por todos os funcionários do hospital”, completou. Seguindo o exemplo da equipe de médicos da organização missionária Bolsa Samaritano, que enviou um avião-hospital para socorrer as vítimas do coronavírus na Itália, Gleaves disse que elas também clamam pelos internados no hospital.

“Também oramos pelos pacientes e pelas suas famílias durante este tempo de tratamento. Oramos também por todos os nossos colegas de todo o mundo que cuidam dos pacientes”, completou a profissional. “Foi bom fazer isto com alguns dos meus colegas de trabalho incríveis. Podíamos sentir a presença de Deus ao vento. Saiba que estão todos cobertos de oração”.

Médicos e enfermeiros missionários

Na Itália, país mais afetado pela pandemia de coronavírus até então, médicos e enfermeiros enviados pela organização Bolsa Samaritano também fazem uma intervenção que vai além dos meros cuidados da medicina.

“Estamos tratando os pacientes da mesma maneira que no hospital, mas estamos adicionando oração e acrescentando Jesus. Estamos orando por nossos pacientes”, disse a médica Stephanie Morales, uma das voluntárias. Ela destacou que os próprios doentes “querem oração”.

Esse tipo de iniciativa tem sido um diferencial na vida dos pacientes e dos profissionais que lidam com a pandemia, já que a ciência não possui todas as respostas sobre o vírus que surgiu inicialmente na China. “Jesus é o único que pode nos ajudar agora”, afirmou Morales.

por: Will R. Filho – Gospel +