Geddel teria dito que R$ 51 milhões eram de Eduardo Cunha

-Foto: Divulgação/PF
Foto: Divulgação/PF

O ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB) teria dito a um ex-colega de cela na Papuda, em Brasília, que os R$ 51 milhões apreendidos em um apartamento em Salvador eram do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha. A informação é da coluna de Ricardo Noblat, da revista Veja.

Geddel teria confidenciado ainda que suspeitava que o valor seria para pagar despesas de futuras campanhas do PMDB. O ex-ministro teve sua transferência de Brasília para Salvador autorizada pela Justiça na última semana. (Bahia.Ba)