Últimas Notícias sobre Eduardo Cunha

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (MDB), e a sua esposa, Cláudia Cruz, são dois dos principais alvos de uma operação deflagrada na manhã desta quarta-feira (3) pelo MPDFT (Ministério Público do Distrito Federal e Territórios). Também são alvos Tadeu Filippelli, ex-vice-governador do DF, e Célia Filippelli, e mais dois alvos, identificados como Afrânio Filho e Afrânio Neto. As defesas dos acusados ainda não haviam se pronunciado até a publicação deste texto.

Foto: Adriano Machado/Reuters

A juíza federal substituta Gabriela Hardt, da 13ª Vara da Justiça Federal de Curitiba, mandou nesta quinta-feira (26) o ex-deputado Eduardo Cunha, preso no âmbito da Operação Lava Jato, para prisão domiciliar com tornozeleira eletrônica por causa da pandemia do novo coronavírus.

Foto: Divulgação/PF

O ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB) teria dito a um ex-colega de cela na Papuda, em Brasília, que os R$ 51 milhões apreendidos em um apartamento em Salvador eram do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha. A informação é da coluna de Ricardo Noblat, da revista Veja.

STJ mantém Eduardo Cunha na prisão

Imagem: Heuler Andrey/AFP

A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou recurso em habeas corpus que buscava a liberdade ao ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (MDB-RJ).

Imagem: Heuler Andrey/AFP

Os ministros da sexta turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negaram o pedido de habeas corpus do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ), no caso que investiga desvios na Caixa Econômica Federal. O placar apertado foi de 3 a 2 contra a solicitação do ex-parlamentar.

Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

O ex-deputado Eduardo Cunha (MDB) disse, por meio de nota oficial divulgada nesta sexta-feira, 27, que o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot é um “psicopata e homicida que não merece respeito”. A afirmação foi uma resposta à declaração de Janot, em entrevista a VEJA, que o então presidente da Câmara teria sido responsável pelo arrombamento de sua residência.

Foto: Reprodução / Jornal GGN

Com o início do campeonato de futebol dos presos na penitenciária de Bangu, no Rio de Janeiro, o ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, se apresentou para atuar como juiz na competição. No entanto, sua participação foi vetada pelos times, que argumentaram que ele não seria honesto e, portanto imparcial.

Procurador da República Deltan Dallagnol / Foto: Estadão

Em meio à polêmica dos diálogos divulgados pelo site The Intercept que apontam para a tese de que teria participado de conluio com o ex-juiz Sérgio Moro na Lava Jato, o procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa do Ministério Público Federal na maior operação já deflagrada no país contra a corrupção, afirma que ele e seus colegas jamais agiram para não ‘melindrar’ o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

Close