Guedes nega saída de Ministério da Economia: ‘Vou deixar na hora mais grave?’

-
Foto: Reprodução/ EBC

Em meio a especulações que poderia deixar o Ministério da Economia por conta da crise do novo coronavírus, Paulo Guedes negou que sairia do posto, durante conversa com investidores da XP Investimentos, neste sábado (28). A conferência aconteceu pela internet, já que Guedes cumpre as recomendações de isolamento social de autoridades de saúde.

“Pessoal, conversa fiada total. Presidente tem total confiança no meu trabalho. Eu tenho confiança que o presidente quer consertar essa parte econômica. Nós fomos atingidos por um meteoro, vamos combater o meteoro e no ano seguinte, esse ano ainda, vamos retomar as reformas estruturantes para o país”, disse o ministro. “Não tem esse negócio de sair. Como é que vou deixar o país na hora mais grave?”, garantiu, conforme o portal Metrópoles.

O ministro brincou ainda que o isolamento no Rio de Janeiro é resultado de um “despejo” do hotel em que ele ficava hospedado em Brasília. Segundo Guedes, o presidente Jair Bolsonaro chegou a oferecer a Granja do Torto para que ele se mudasse com a família, porém ele optou pela quarentena em casa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui