Indústria baiana gera 31.323 mil empregos de janeiro a agosto

Foto: Agência Brasil

O segmento da indústria na Bahia gerou, entre janeiro a agosto desse ano, 31.323 mil postos de trabalho. Somente em agosto, o saldo positivo de empregos foi de 4.993 empregos, puxado pelos setores de Couro e Calçados; Alimentícios e Minerais Não-Metálicos. As informações são do Informe de Indústria de utubro da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE). 

Em agosto de 2021, ao se completar um ano e cinco meses do início da pandemia do coronavírus, as maiores taxas de crescimento foram observadas nos setores de Informática (160,7%), seguido de Couro e Calçados (53%) e Papel e Celulose (38,2%). 

“As nossas exportações dos produtos industrializados aumentaram em 19,15% de janeiro a setembro, comparando com o mesmo período do ano anterior. Destaque para os setores de Minerais, Calçados e Carne”, elencou o secretário de desenvolvimento econômico em exercício, Luiz Gugé.  

De janeiro a setembro desse ano, o setor de Minerais teve um aumento de 152% no valor exportado, de US$ 162 milhões em 2020 para US$ 457 milhões em 2021; Calçados registrou crescimento de 126%, passando de US$ 42 milhões em 2021 ante US$ 19 milhões em 2020; e Carne, que subiu 107%, saindo de US$ 15 milhões em 2020 para US$31 milhões em 2021. (TRBN)