Médicos peritos do INSS planejam nova paralisação

Foto: Previdência/Divulgação

Os médicos peritos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) planejam uma nova paralisação de dois dias na semana que vem caso as reivindicações da categoria não sejam atendidas. Os profissionais paralisaram as atividades na última segunda-feira (31), causando a remarcação de mais de 25 mil perícias agendadas.

De acordo com a Agência Nacional dos Médicos Peritos (ANMP) 90% dos servidores aderiram ao movimento e pararam com as atividades presenciais.

A ANMP informou que foram enviados três ofícios ao ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni, sobre as reivindicações dos médicos peritos e solicitações de audiência para debaterem os problemas da categoria. No entanto, o Governo Federal não deu qualquer espécie de retorno sobre os pedidos formulados.

Entre as principais demandas estão a distribuição igualitária de agendamentos entre os turnos de atendimento, a realização de concurso para suprir um déficit de 3 mil profissionais e o reajuste salarial de cerca de 20%.

A perícia médica é necessária para a concessão de benefícios para pessoa com deficiência que esteja em situação de vulnerabilidade social, como o Benefício de Prestação Continuada (BPC), auxílios doença e acidente e aposentadorias por incapacidade permanente ou deficiência. (bahia.ba)