Ministério da Saúde informa que seis estados do país estão em situação crítica por falta de oxigênio

Foto : Márcio James/Amazônia Real

O Ministério da Saúde alertou à Procuradoria-Geral da República (PGR) que seis estados do país estão em situação crítica por falta de oxigênio hospitalar: Acre, Rondônia, Mato Grosso, Amapá, Ceará e Rio Grande do Norte. Dentre esses, o estado mais grave é do Amapá, onde a PGR pede uma ação imediata do governo.

“O Ministério está coordenando o transporte para os estados em situação mais grave (Rondônia e Acre), com uso de aviões da Força Aérea, e discute a possibilidade de incluir os motoristas que transportam gases medicinais como público prioritário para vacinação, já que há escassez dessa mão de obra no país”, diz a PGR em nota.

O diretor de Logística do Ministério da Saúde, Ridauto Fernandes, estava presente no encontro com o Gabinete Integrado de Acompanhamento da Epidemia de Covi-19 (Giac). Ele informou ainda que, além dos seis estados em situação crítica, Pará, Bahia, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul estão em estado de atenção. (Metro1)