‘Não assinatura do Bolsonaro é um segundo Camões’, rebate Chico Buarque

0
96
-Foto : Divulgação
Foto : Divulgação

Após o presidente Jair Bolsonaro afirmar que não assinaria o diploma do Prêmio Camões, conquistado pelo cantor Chico Buarque, o artista rebateu a declaração em sua página no Instagram. 

“A não assinatura do Bolsonaro no diploma é para mim um segundo prêmio Camões”, escreveu ele, em resposta à fala do presidente, de que só assinaria em 31 de dezembro de 2026, quando acaba o seu segundo mandato, caso ele seja reeleito para o cargo em 2022.  

- Anúncio -

Chico venceu o Prêmio Camões em maio deste ano, pelo conjunto de sua obra. O valor entregue a ele, foi de € 100 mil, cujo pagamento é dividido entre Brasil e Portugal. (Metro1)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui