Não iremos postergar análise de vacina por questões políticas, diz presidente da Anvisa

-
Foto : Valter Pontes/Secom

O diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres, comentou sobre a disputa política no Brasil em torno das vacinas em desenvolvimentos contra a Covid-19 e afirmou que a agência não irá postergar o aval a alguns imunizantes por causa de pressões do governo. 

“Isso está previsto no Código Penal em algum lugar. Se estamos concebendo a possibilidade de alguém daqui de dentro, intencionalmente, procrastinar, postergar ou realizar qualquer impedimento para que um medicamento salve vidas… Eu jamais vou poder cogitar isso. E, se eu tomar conhecimento, tomarei todas as medidas cabíveis”, disse em entrevista à Folha.

Barra afirmou ainda que a origem da vacina não terá relevância na análise da agência, que ocorre de forma técnica e que a maior parte dos imunizantes e dos medicamentos possui componentes de diversos países, inclusive da China. (Metro1)